• Whats: 41 99943-0158

Category ArchiveMadeiras

Itaúba

Madeira de Itaúba

A madeira Itaúba pode ser utilizada em pontes, dormentes ferroviários, postes, cruzetas, defensas, vigas, caibros, tesouras, batentes, janelas. Como assoalho pode ser empregado como tábuas e tacos. A madeira poder ser também aplicada em móveis estândar e partes internas de móveis inclusive daqueles decorativos. Também a madeira Itaúba poder ser utilizada em implementos agrícolas, transporte, peças torneadas e embarcações (coberturas, pisos, forros).

A madeira Itaúba é conhecida também como itaúba-abacate, itaúba-amarela, itaúba-grande, itaúba-preta, itaúba-verdadeira, itaúba-vermelha, louro-itaúba.

O cerne da madeira de itaúba é amarelo-esverdeado, quando recém serrado, tornando-se castanho-esverdeado-escuro; cheiro agradável, levemente adocicado, e gosto imperceptível; densidade alta; grã ondulada ou revessa; textura média; superfície irregularmente lustrosa.

A madeira de itaúba é considerada de alta resistência ao ataque de fungos apodrecedores, cupins e fungos marinhos.

Cedrinho

Madeira de Cedrinho

Um madeiramento muito utilizado nas aplicações em marcenaria, como também na construção civil, industrial e residencial.

Pode ser utilizado na forma “bruta” ou “aparelhada “, o que lhe proporciona uma infinidade em utilizações. O cedrinho possui uma boa aceitação em pregos e parafusos, por se tratar de um madeiramento leve e macio.

A madeira de Cedrinho é alternativa para madeiramento de telhados com preço mais acessível, também é utilizada em obras e estruturas à serem revestidas, disponibilizada em tábuas, vigas, pernas, etc. Aceita acabamentos com corantes e vernizes.

Cambará

Madeira de Cambará

Madeira Cambará é um tipo de madeira que, por resistir bem à água, nos tempos atuais é muito utilizada na confecção de telhados e coberturas de casas e prédios. Possui cerne e alburno distintos pela cor, cerne castanho-avermelhado claro ou escuro, com manchas castanhas mais escuras devido ao de óleo-resina, alburno castanho-pálido, brilho ausente, cheiro e gosto imperceptíveis, densidade média, dura ao corte, grã direita a revessa, textura grossa, aspecto fibroso.

A madeira cambará é moderadamente dura ao corte, com ferramentas manuais ou mecânicas. Apresenta um bom acabamento, boa colagem e é fácil de tornear, porém com tendência para apresentar superfície felpuda. Apresenta resistência moderada ao ataque de cupins-de-madeira-seca.

Eucalipto

Madeira de Eucalipto

São centenas as espécies do gênero Eucalyptus. Originário da Austrália, o Eucalipto foi trazido ao Brasil para ornamentação e tornou-se árvore de valor econômico.

Ao se adaptar com facilidade às condições climáticas, e ter rápido crescimento, o Eucalipto faz parte de áreas reflorestadas. No replantio, práticas de melhoramento genético resultam na obtenção de uma madeira serrada com alta qualidade.

Em substituição de árvores nativas, a madeira de eucalipto possui muitas finalidades na construção civil, fabricação de móveis e embalagens. Dentre as espécies mais populares, encontram-se Eucalytpus Citriodora, Eucalyptus Grandis e Eucalyptus Saligna.
Madeira de muitas qualidades, algumas espécies de eucalipto podem ser consideradas como sendo mais resistentes em relação a outras madeiras reflorestadas. A exemplo do Eucalipto-saligna, empregado na construção civil pesada – interna e externa.

A madeira de eucalipto caracteriza-se pela sua alta densidade e durabilidade, assim como pelas suas boas propriedades mecânicas e resistência ao impacto. A sua tonalidade natural, clara, permite uma grande amplitude de acabamentos permitindo adequar a tonalidade final à decoração pretendida. É uma madeira nervosa, considerada de difícil serragem e secagem, mas de cómoda laboração nos acabamentos (lixagem e envernizamento).

Pinheiro

Madeira de Pinheiro

Uma confusão típica é entre pinheiro, araucária e pinus. Pinheiro é nome popular genérico dado a essas espécies de Gimnospermas (plantas sem frutos e flores). Mas entre a araucária (Araucaria angustifolia) e o pinus (Pinus Elliottii) existe uma grande diferença. Além das famílias, tem origem em locais diferentes.

Madeira proveniente da Araucária, árvore símbolo do Paraná e que nomeou a cidade de Curitiba.
Pertencente ao grupo de coníferas, sua maior ocorrência se dá na região Sul. A madeira de pinheiro possui outros nomes populares, pinheiro-brasileiro e pinheiro-do-paraná.
De origem milenar, a Araucária possui característica única, com estrutura que se assemelha à uma taça, ou candelabro, e pode atingir dimensões de até 50 m da altura.

Pinus

Madeira de Pinus

Tem cor amarelo-clara e é usada em acabamento ou fôrmas. A madeira pinus é encontrada em todo o mundo e possui as seguintes características: madeira de cor clara, variando de branca a amarelada, madeira de fibra longa, apropriada para fabricação de papel de alta resistência para embalagens, papel de imprensa e outros tipos de papel, possibilidade de extração de resina, em escala comercial, em algumas espécies. No Brasil o principal uso se faz como fonte de matéria-prima para as indústrias de madeira serrada e laminada, chapas, resina, celulose e papel.